Tesão, fluir

13 nov

Ela pôde sentir novamente, mesmo que breve, o gosto do seu beijo a deslizar de seus lábios até a nuca, pescoço e ombros, sente o deslizar das alças da camiseta branca e mãos fartas a acariciar-lhe os seios.  Sente os lábios por toda parte a percorrer sua extensão e nessa hora o sente firme, latejante como a quem explora o mundo, o coração dilacera o peito.
A calcinha desliza ao lado e é tocada em pontos aleatórios, suas mãos preenchem o espaço vazio na calça jeans, ele desliza novamente por suas coxas e pode sentir todo o calor do corpo dela a transpirar e a deixa em pernas trêmulas, suas mãos inquietantes o trazem próximo, ele sobe o corpo e sente suas pernas à sua volta e se fazem em um, em harmonia absoluta de corpos, leves em transpirações, fumaças…mas acorda, só, feliz e só. Envolta em cheiros nostálgicos em uma lentidão de lençóis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: