Arte da Vida

17 abr

Sinto falta de minas, daquela sensação nostálgica boa, de tudo que vivi, de tudo que conquistei, aprendi, plantei e colhi nas pessoas, o perder horizontes, a distância dos amigos, as saudades. Sempre que isso acontece minha cabeça voa pra lá, voa pra longe, pra essa foto do Rô, voa entre os amigos que pude fazer no rio e penso na distância, no tempo que já passou nas outras pessoas que surgiram, quanta coisa boa permanece e quanta coisa boa ganho a cada novo dia, isso me faz abrir aquele sorriso! 😀

E essa é a idéia, viver intensamente com veias pulsantes, mergulhar em tudo que queira e o mais importante estreitar laços e criar afetos. Só você pode escolher ser uma interferência boa ou ruim na vida dos outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: