Arquivo | janeiro, 2008

E os blocos vão pra rua

31 jan

Carnaval tá aí cambada! Mais um dia de labuta e lá vamos nós, pela primeira vez encarando o carnaval nesse “ridijanêro”! Animação de reunir amigos e beber umas doses por aí, fazer programas Off-carnaval também serão bem vindos. Já fizemos programação de blocos optando por blocos não tão cheios, uma vez que é ilusão querer um bloco tipo o Storwo (bloco de amigos queridos de Caxambu, com bastante vodka geladássa, mais amigos e água mineral Caxambu pra ressaca nem aparecer no dia seguinte!)

Carnaval 2007. Storwo, Caxambu-MG

O tempo ainda está incerto, fica esse “chove não molha” eterno, isso ta fodendo a minha garganta, me dando espirros e muita tosse, já providenciei vitaminas C! Então se você ainda não arrumou uma fantasia, pense em algo que possa incorporar um guarda chuva, capa ou algo similar, já saí de pintinho amarelo, capa de chuva amarela baratinha e arrumem uma máscara, um chapéu de mexicano, dançaria de frevo (ok, aquele guarda-chuva é pequeno, mas o frevo é de cada um e cada um leva o guarda-chuva necessário), pode investir no hit “Umbrella” da Rihanna e sair por aí com a sua, 😉

Ah! O metrô funcionará 24 horas, iniciando no dia 02/02 às 5h até às 23 h 05/02, mas como o meu santo não é lá muito forte, algumas estações não funcionarão: Catete, Presidente Vargas e Maracanã, que fecham no sábado e só abrem na quarta-feira de cinzas.

O metrô na superfície também funciona:

Z. Sul

Sábado, Segunda e Quarta
Sentido Siqueira Campos ou Botafogo – 5h às 23h10. Sentido Gávea – 5h às 1h10
Domingo e Terça
Sentido Siqueira Campos ou Botafogo – 7h às 22h10. Sentido Gávea – 7h à 00h10

Barra

Sábado, Segunda e Quarta
Sentido Siqueira Campos – 5h10 às 23h15. Sentido Alvorada – 5h20 à 0h40
Domingo e Terça
Sentido Siqueira Campos – 7h10 às 22h15. Sentido Alvorada – 7h20 à 23h40

Bebam uma garrafa de água após pelo menos 3 a 4 cervejas, evitando que a ressaca te deixe fora dos blocos do dia seguinte e saiam a favor da diversão, nada de brigas, à todos uma boa folia! 😀

Anúncios

Comer de graça, será?

30 jan

Se funciona não sei, nem tenho tanto hábito de comer no Mc Donald’s, mas depois dizem que só e somente os brasileiros é que tentam “dar um jeitinho de se dar bem”. É neguim, pura malandragem, rs.

Verão?

23 jan
Eu confesso, detesto calor e tudo que vem acompanhado à ele, como transpiração em excesso, o rosto que parece aquela panela de fritar “pastel no china”, brotoejas, mosquitos e o que mais vocês lembrarem. Nunca fui fã e acredito que nunca serei, são 4 anos árduos e cheios de suor e mal estar na cidade maravilhosa (que seria sim, maravilhosa, se tivesse um ar condicionado embutido, rs). Só que uma frente fria super animou minhas manhãs, trouxe a “sensação” de inverno em pleno verão carioca. É, os cariocas tiraram do armário os casacos, edredons, botas…cá entre nós, um cadim de exagero, ok, não sou a pessoa mais indicada.
Apesar dos apesares, devo admitir o Rio de Janeiro fica feio com chuva, pena que aqui pra fazer frio só chovendo, ou seja não combina, imagina, aquele friozinho com aquele solzinho de manhã, o da saudosa época de colegial todo mundo ficava junto, tomando um café com pão de queijo! Ô trem bão!
Por mim, o friozinho poderia persistir por um mais tempinho (essa história de aquecimento global é sentida por mim como um termômetro, esse verão foi e eu sei que continuará insuportável!)
São Pedro, quebra meu galho ae! Nada de permitir a Sundown patrocinar o Sol, =)

‘Internetizando’ por aí

18 jan

Tem dias que sobra um tempinho pra “nerdizar” um cadim, nos dias normais em casa é só checar e-mails e dar uma olhada no mundinho azul, nesses dias de ‘internetizar’ sempre tem algo que eu simplesmente adoro, tais como: Radio Indie Pop, o novo mimo da Apple e seus inúmeros vídeos (tanto corporativos quanto os de sátira).

Mudando de foco, mas também visto pela rede, coisa fofa é a Flocke o bebê urso que nasceu e que deve ser daqui um tempo o novo namorico do Knut (o outro bebê urso que foi rejeitado pela mãe e adotado pelo zoológico de Berlim), a natureza agradece! Falando nisso, o que você faz com as pilhas e baterias e o óleo de cozinha? Alguns simplesmente são alheios, mas eu acho sempre muito válido:

– As pilhas e baterias de celulares, câmeras digitais, controle remoto, relógios e etc contém materiais que contaminam o solo e os lençóis freáticos deixando-os impróprios para utilização, podendo provocar problemas à saúde, como danos para os rins, fígado e pulmões. E então, para poupar não só você, amigos e vínculo social, as agências do Banco Real possuem coletores apropriados, os papa-pilhas!

– Apenas 1 litro de óleo despejado no esgoto polui cerca de um milhão de litros de água ou o que uma pessoa consome em 14 anos de vida? E ainda provoca a impermeabilização dos leitos e terrenos próximos, contribuindo para a ocorrência de enchentes. E então, depois que o óleo, armazene em uma garrafa plástica, se possível transparente. Tampar bem e depositar nos coletores de lixo de cor marrom do supermercado Pão de Açúcar. Todo óleo de cozinha coletado será encaminhado pela cooperativa às empresas recicladoras, que o utilizarão como matéria-prima para a produção de biocombustível.

Ah, importante! Se o Pão de Açúcar mais perto de sua casa ainda não tem o coletor apropriado, ligue para o SAC da empresa [0800-7732732] e peça para que seja providenciado rapidamente. É bom cada um ajudar, 😉

Quase Carnaval

14 jan

De vez em quando ressaltarei por aqui lugares agradabilíssimos e outros não tão viáveis de se conhecer, seja pra um café quanto pra famosa cervejinha pós-expediente, pós-praia e por aí vai…
A Lapa é sempre convidativa, o Bar da Ladeira então, um casarão reformado, paredes coloridas, uma área externa e com quadros de filmes clássicos como dos Trapalhões e outros brasucas. O clima pré-carnavalesco não poderia ser melhor regado a não ser pela minha ‘queda emocional’, a Antarctica Original, por um preço até que bem convidativo R$ 4,50.

Ps. Só não peçam a carne seca com aipim, a porção não vale, nem pelo preço e muito menos pelo sabor. Ok?!

Horário de funcionamento, informações, aqui!

Fora isso, é se jogar no sambarock! 🙂

Cada motorista…

10 jan

Nem sempre levantar às 8 h é fácil, mas eu tento juro, rs. E hoje foi um dos dias que 5 minutos a mais na cama me fazer ter dor de cabeça por causa da correria, geralmente escolho o ônibus que vou pegar levando em consideração o meu humor, se está cheio, se tem ar condicionado, só que hoje os 5 minutinhos não me deixaram escolher, então peguei um motorista que não sabia pra onde ir, onde virar no Leblon para chegar até o Lagoa-Barra, pensei logo (FUDEU! Talvez para os cariocas seja algo habitual, mas pra quem vem de Caxambu onde ônibus é um meio de transporte não muito utilizado, é de estarrecer…), enfim continuei minha leitura ao som de Chico. Até que ele se virou bem fazendo as perguntas ao passageiros, cheguei inteira!

E hoje, somente hoje, fui descobrir um curta do Selton Melo com o queridíssimo Seu Jorge sobre os filmes do Tarantino, às vezes fico simplesmente alheia lesada mór a tudo que rola…Se você não viu também, aproveite! 😉

Desbravando 2008

9 jan

2008, é bom iniciar renovando energias com um banho de cachoeira e já que estou longe da terra natal que por natureza é altamente cercada por serras e cachoeiras que só de pensar, ai ai, aquele aperto sô!
Resolvi então resolver meu problema na cidade maravilhosa e quente, no primeiro fim de semana do ano. O ponto de encontro: Parque Lage, no bairro do Jardim Botânico (pra quem não for do Rio, obviamente) e tomar um café simpático por ali mesmo no Café Du Lage, bom atendimento, uma geléia de abóbora deliciosa (que sim, me fez sentir saudade do queijo que só Minas Gerais faz bem) e bastante satisfatório a duas pessoas por R$ 17,00. E então, partimos rumo ao Horto. Ônibus 409, era a única coisa que eu sabia, fora algumas dicas recebidas no estágio como: vai ter uma placa e então a trilha, sim, ajudou! Ao descer no ponto final, rua pouco movimentada, a cabeça processa logo as piores coisas a respeito da cidade não tão maravilhosa, seguimos outros pedestres rumo a uma subida interminável. Nós, singelos atletas de final de semana com protetor solar e garrafinha d’água, chegamos enfim a tal placa (o acesso até lá pode se fazer de carro, ou seja, poupará a subida a qual jacas despencam pelo caminho, rs) e observamos uma cachoeira meio laguinho e começamos a subir para trilha, nível de esforço médio e recompensa totalmente satisfatória. Lá encontramos dois guias, esqueci os nomes, conversamos e descobrimos que eles só estão ali por “iniciativa” da Claro, que fez um comercial por ali, aquele que a Claro se comparava ao Rio “desconhecido” por muitos e que o “contrato” ou sei lá o que termina em Fevereiro, achei um absurdo. Além de informação, ajuda em caso de acidentes estão lá mantendo o lugar com o mínimo possível de lixo, visto que a galera não é lá muito conscientizada. Absurdo a Prefeitura não se mobilizar, porque como futura publicitária eu seria uma fraude dizendo que é absurda a criação do comercial visando lucros para a empresa, mas isso não entrará em pauta nesse momento.
Os atletas tipo Mogli, agradecem o passeio e a idéia é desbravar ainda mais esses lugares que pra mim fazem o Rio de Janeiro ainda mais adorável.

Ps. Repelente sempre, amigos! Porque eu fui d-e-v-o-r-a-d-a!